Com “A Bela e a Adormecida”, Neil Gaiman moderniza o clássico conto de fadas

“The Sleeper and the Spindle” foi lançado este ano no exterior e chegou ao Brasil pela Editora Rocco como “A Bela e a Adormecida”. É uma história ilustrada, no mesmo estilo deJoão e Maria (de Neil Gaiman e Lorenzo Mattotti), que revisita o conto da Bela Adormecida e faz algumas mudanças bastante significativas.

Os anões, que a gente reconhece da história da Branca de Neve, estão em busca do tecido mais bonito para o vestido de casamento da Rainha e ouvem falar de um lugar em que a maldição do sono tomou conta. Todos dormem um sono pesado há mais tempo do que a memória alcança. Ao contar isso para a Rainha, ela decide adiar o casamento e resolver o problema com as próprias mãos. Há todo o preparo da história falando que é um lugar difícil de chegar, que muitos morreram tentando e tudo o mais, mas a Rainha vai mesmo assim.

A Bela e a Adormecida, de Neil Gaiman e Chris Riddell (Foto: Anna Schermak)

Essa Rainha, de longos cabelos negros e pele branca, se assemelha muito à Branca de Neve, ainda que seu nome não seja dito. Em dado momento, o narrador nos conta que “a Rainha tinha um nome, mas ultimamente as pessoas só a chamavam de Vossa Majestade. Os nomes estão meio em falta nessa história”. Complete as lacunas como você quiser.

“Existem escolhas, pensou ela quando já estava sentada ali por algum tempo. Existem sempre escolhas.”

 

A Bela e a Adormecida tem roteiro de Neil Gaiman e ilustrações de Chris Riddell (Foto: Anna Schermak)

A Rainha está com o casamento marcado, mas parece em dúvida. Não a respeito do que precisa fazer – ela sabe que é esperado que ela se case e tenha filhos -, mas não sabe como se sente a respeito.

Em uma semana estarei casada. Isso parecia ao mesmo tempo improvável e extremamente definitivo. (…) Ela podia ouvir os carpinteiros no prado ao pé do castelo fazendo os bancos que permitiriam o seu povo a assistir o casamento. Cada golpe de martelo soava como a batida de um coração.”

O NÚCLEO DO LIVRO É TODO FEMININO E AS MULHERES SÃO ÓTIMAS NAS MÃOS DE GAIMAN

compartilhe

A agonia dela está presente em cada linha pensada ou falada. Tanto que ela não hesita quando recebe esse chamado para a missão como Rainha. Ela adia o casamento, veste a cota de malha, pega sua espada e parte em direção ao Leste em cima de um cavalo.

O núcleo do livro é todo feminino e as mulheres são ótimas nas mãos de Gaiman. A personagem inspirada na Branca de Neve está passando por um período de dúvidas, mas entende o que precisa fazer como Rainha. E aqui é legal porque nas histórias tradicionais a Rainha sempre ordena que os outros cumpram suas ordens, e aqui é a Rainha quem parte em busca da solução.

A cena do beijo em A Bela e a Adormecida (Foto: Anna Schermak)

O tal do beijo

Todo o buzz em cima da cena do beijo só mostra como isso ainda é anormal para muita gente. Para quem não acompanhou o falatório, há um quadro em que a Branca de Neve beija a Bela Adormecida. E o mundo parou por causa disso. Pessoas condenaram o Gaiman por “tirar a inocência de uma história infantil”, por faltar criatividade para criar uma nova história ao invés de “estragar a original”, entre outras coisas.

Para falar a verdade, essa cena do beijo é bonita e importante para a narrativa, mas não significa o que todo mundo acha que significa. E isso não tira o mérito dos autores porque afinal de contas eles poderiam ter ido pelo caminho clássico do príncipe que beija a princesa e a acorda para uma vida eterna de sorrisos e cerquinhas brancas. Mas não. Eles mudaram o caminho. E como o Neil Gaiman comentou em uma entrevista ao Telegraph:

Não tenho paciência com histórias em que mulheres são resgatadas por homens. Você não precisa ser salvo por um príncipe”

A Bela e a Adormecida tem capa dura e sobrecapa transparente (Foto: Anna Schermak)

A leitura mais clara é o amadurecimento e a busca por algo que nos satisfaz (e isso pode ser aplicado em qualquer esfera da nossa vida). A Branca de Neve está passando por um período difícil e sair em busca da Adormecida é apenas um pretexto para fugir de algo que ela não quer fazer e reunir coragem para trilhar outros caminhos. Claro que essa é apenas uma das várias interpretações, já que a beleza da literatura é poder extrair para si o que é mais relevante no momento.

Detalhes da edição de A Bela e a Adormecida (Foto: Anna Schermak)

O melhor trabalho de Riddell

“A Bela e a Adormecida” é uma obra muito bonita, delicada e ilustrada de forma belíssima. Ao mesmo tempo em que mantém os elementos originais dos contos de fada, traz coisas completamente diferentes para as personagens. Com relação às ilustrações, este é o melhor trabalho de Chris Riddell até hoje.

A Editora Rocco poderia ter feito a edição mais simples possível para o livro, mas topou seguir o projeto gráfico original e brindou os leitores com uma edição de altíssima qualidade. Capa dura, sobrecapa de papel transparente e todas as ilustrações em preto, branco e dourado.

Livro A Bela e a Adormecida sem a sobrecapa (Foto: Anna Schermak)

A DISNEY AMACIOU OS CONTOS PARA QUE AS CRIANÇAS PUDESSEM EXTRAIR METÁFORAS DELAS, E NEIL GAIMAN E CHRIS RIDDELL ATUALIZARAM AS LINHAS PARA ALGO MODERNO

compartilhe

Muitas vezes os detalhes em dourado ressaltam elementos importantes da trama, como uma amarra sufocante em um vestido de noiva ou os olhos de um lobo. A quantidade absurda de detalhes nos traços do Chris Riddell chega a deixar o leitor entretido mais tempo com as ilustrações do que com a história.

Por fim, é fato conhecido que os contos de fadas registram um pedaço do tempo da nossa humanidade. Refletem dificuldades, valores e costumes enquanto contam uma história que pode nos ajudar em vários momentos da vida. A própria Disney amaciou os contos para que as crianças pudessem extrair metáforas delas, e Neil Gaiman e Chris Riddell atualizaram as linhas e criaram algo novo e diferente para nós. Algo atual.

E que merece ser lido por você. :Ilustrações de A Bela e a Adormecida (Foto: Anna Schermak)fonte Pipoca musical

Anúncios

A SAGA “JOGOS VORAZES” GANHARÁ NOVOS FILMES FOCADOS NAS ARENAS ANTERIORES

landscape-1446652475-movies-the-hunger-games-mockingjay-2-poster-jennifer-lawrence

OMG! É isso mesmo que você está lendo! Segundo o Hollywood Reporter,  vice-presidente da Lionsgate,Michael Burns, confirmou que o estúdio está explorando o desenvolvimento de pré-sequências para a franquia de ‘Jogos Vorazes‘.

A franquia vai continuar“, confirmou. Michael observou que os dois primeiros filmes se passavam nas arenas, aonde aconteceram as edições 74 e 75 das competições dos ‘Jogos Vorazes‘, e os fãs reclamaram da falta das arenas nos dois últimos filmes.

Os próximos filmes obviamente vão se passar nas arenas dos Jogos Vorazes“, afirmou.

Também vale lembrar que recentemente, o ator Josh Hutcherson deixou escapar “que existe” a possibilidade de novos filmes em entrevista ao programa do apresentador de Conan O’Brien.

JÁ QUEREMOS ASSISTIR A ARENA DO HAYMITCH!

71e51c6fa10756dd11c2c93bef6cc717

DIVULGADAS PRIMEIRAS IMAGENS DE EDDIE REDMAYNE NA ADAPTAÇÃO DE ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM

A Entertainment Weekly divulgou a capa de sua edição deste mês, que terá como tema o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam. Na imagem vemos, pela primeira vez, o ator Eddie Redmayne caracterizado como o mazoologista Newt Scamander.beasts-ew-1389-cover

“Em nossa capa, você verá, pela primeira vez, Scamander, com sua maleta em mão, em frente da magnifica entrada do Congresso Mágico dos Estados Unidos (Magical Congress of the United States of America, MACUSA), que é a versão americana do Ministério da Magia, localizada dentro do Woolworth Building no filme” – Nota retirada do site da revista Entertainment Weekly.

A revista promete trazer uma série de entrevistas e informações inéditas do filme. A estreia está agendada para novembro de 2016.

animais-fantasticos-7-600x457animais-fantasticos-6-600x400animais-fantasticos-5-600x400animais-fantasticos-4-600x384animais-fantasticos-3-600x401animais-fantasticos-2-600x400animais-fantasticos-1-600x508

12122616_1723138714582233_2567935811799165967_n

via PotterIsh

Divulgado vídeo com os bastidores de “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final

Na noite desta segunda-feira (02), foi divulgado um vídeo (sem som), onde mostra os bastidores das filmagens de “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”, a última parte da franquia da filmes baseados nos livros de Suzanne Collins. Assista na íntegra a seguir: Em “Jogos Vorazes: A Esperança –

bastidores-a-esperança-o-final-jogos-vorazes-destaque

Assista na íntegra a seguir:

Em “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”, a nação de Panem está em plena guerra, Katniss decide montar uma resistência com um grupo de amigos próximos – incluindo Gale, Finnick e Peeta – para derrubar o Presidente Snow. Eles arriscam suas vidas em uma missão para tentar assassinar o tirano líder, que fica cada vez mais obcecado em destruir Katniss. As armadilhas mortais, inimigos e escolhas morais que esperam por Katniss, porém, vão desafiá-la mais do que qualquer área que ela já enfrentou.

Complementam o elenco da trama, nomes como Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Woody Harrelson, Elizabeth Banks, Sam Claflin, Donald Sutherland, Julianne Moore, Natalie Dormer e Gwendoline Christie. Dirigido por Francis Lawrence, roteirizado por Danny Strong e Peter Craig, “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final” tem estreia confirmada no Brasil para o dia 18 de Novembro.

Por trás das fotos do Instagram

Todos os dias nos deparamos com alguns feeds incríveis do Instagram, algumas pessoas parecem viver numa realidade completamente diferente, mas até que ponto isso é “real”?

Mesmo nós, meros mortais anônimos, tentamos enquadrar somente o que é interessante no dia a dia, mas muitas vezes existe uma verdade completamente diferente do que mostramos. A fotógrafa tailandesa Chompoo Baritone criou um projeto para mostrar exatamente isso, a verdade além do enquadramento do Instagram. Vale a pena conferir e refletir um pouco, nem sempre a grama do vizinho é mais verde!

as instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-2 instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-3 instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-4 instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-7 instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-8 instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-9 instagram-lie-photos-crop-slowlife-chompoo-baritone-10

 

Campanha pede que pediatras de todo o país ‘receitem livros’ para crianças

Pediatras de todo o país vêm sendo orientados a “receitar livros” para seus pacientes de zero a seis anos. A medida, anunciada nesta semana pela SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), visa estimular o aumento das conexões cerebrais nos pequenos por meio da leitura feita a eles pelos pais ou por pessoas próximas.

De acordo com os médicos, bebês que recebem o estímulo de escutar histórias podem se tornar adultos mais articulados, desenvoltos e inteligentes. Bebês que nascem com deficiência também podem obter benefícios: com este incentivo, o cérebro pode criar novas conexões para suprir habilidades perdidas.

Para Eduardo Vaz, presidente da SBP, não basta ao pediatra controlar peso, altura e vacinas. Para ele, é preciso formar um adulto que tenha qualidade de vida e que exerça sua cidadania.

“Estamos atrasados na inclusão do livro na pediatria. Ler para o bebê reflete diretamente em seu bom desenvolvimento, na cognição e na afetividade. Quem lê para o bebê cria com ele um vínculo afetivo para a vida toda e contribui para que ele seja um adulto melhor”, diz Vaz.

O empresário Igor Rodrigues e a sua mulher, Daniela, leem diariamente histórias infantis para as filhas gêmeas Lis e Mariah, de nove meses.

“Não tivemos orientação médica, mas tomamos a medida porque o nosso mais velho, de 15 anos, não gosta de livros e é ligado a videogames. Os resultados são claros: elas adoram, aprendem novas palavras e estão mais espertas”, avalia o pai.

Uma das causas do atraso do falar de crianças, de acordo com Vaz, é a falta de comunicação entre pais e filhos, o que inclui a leitura. “O médico deve abordar famílias de forma direta, dizendo que é necessário ler para o bebê. Pais analfabetos podem contar histórias para os filhos. E essas crianças se alfabetizam rápido, têm facilidade para aprender línguas e melhor desempenho acadêmico.”

Com apoio das fundações Maria Cecília Souto Vidigal e Itaú Social, médicos associados à SBP receberão livros para seus consultórios. Eles receberão também a cartilha “Receite um Livro – Fortalecendo o Desenvolvimento e o Vínculo”, com os benefícios da leitura a bebês.

Para o linguista Evélio Cabrejo, da Universidade Sorbonne (França), que veio ao Brasil para o lançamento da campanha, não importa repetir a mesma história para as crianças. “O bebê não escuta a mesma história sempre. Ele descobre uma quantidade enorme de significados diferentes. Além disso, decora tudo. Está exercendo a memória. É uma operação extraordinária.”

fonte – Folha de são Paulo / Jairo marques

Desenhos técnicos inéditos de Star Wars

Para todos os arquitetos fãs de Star Wars que queiram saber todos os detalhes da série,Star Wars: The Blueprints oferece um material inédito incrível que ajuda a desvendar como toda a galáxia da ficção foi projetada.

O livro reúne mais de 200 desenhos arquitetônicos originais da produção criados para os 6 filmes de Star Wars, mostrando em detalhes como foi concebido e montado todo esse universo. Complementando os desenhos, o livro mostra 500 fotografias que destacam o processo de construção.

O denominador comum de todos os seis filmes é o desenho técnico, disponibilizando aos fãs de Star Wars acesso ao material que originou as naves, veículos, embarcações e acessórios, todos pensados com um nível de detalhe surpreendentemente elevado.

© 2011 Lucasfilm Ltd.

© 2011 Lucasfilm Ltd.

Os desenhos técnicos da publicação representam como os elementos cenográficos foram projetados, construídos e implantados. Entre eles estão alguns famosos e conhecidos como a nave Millennium Falcon, o robô R2-D2, as naves de guerra Y-wing e X-wing, a nave Rebel Blockade Runner, a estrela da morte, a floresta dos Ewok e a Batalha de Hoth.

© 2011 Lucasfilm Ltd.

© 2011 Lucasfilm Ltd.

“Os heróis ocultos são os artistas no departamento de arte, que projetaram e colaboraram compartilhando suas próprias ideias”, diz o autor J.W. Rinzler, que selecionou todas as imagens mostradas nolivro. “Os desenhos possuem um atributo ausente ao conceito de arte – um senso de realidade. Foi uma grande aventura compilar esses desenhos e estudá-los ao longo dos anos. “

© 2011 Lucasfilm Ltd.

© 2011 Lucasfilm Ltd.

É importante salientar que foram impressos apenas 5.000 volumes da versão para colecionadores.

© 2011 Lucasfilm Ltd.    © 2011 Lucasfilm Ltd.  © 2011 Lucasfilm Ltd.© 2011 Lucasfilm Ltd.

© 2011 Lucasfilm Ltd.